A Microsoft divulgou há algum tempo um vídeo onde mostra pela primeira vez o funcionamento do Windows 8.

O sistema é centrado no touch e tem a responsabilidade de ser o primeiro a emplacar a Microsoft no ramo multiplataforma, não ficando somente restrito a Desktops e Notebooks. Você passará a ver “janelinhas” em tablets e smartphones por aí, ao invés de somente maçãs e robôs verdes que já estamos cansados de ver.

Podemos notar que a ideia por traz da proposta e interface do Windows 8, vem de um conjunto de fatores que evoluíram de seus antecessores, o Windows 7 por exemplo, possui suporte a touchscreen, que foi muito bem explorado por algumas empresas como a Lenovo, com a sua linha de Laptops Ideapad que se transformavam em tablets. Além disso o Windows 7 também inovou na interface, o que o torna o sistema da Microsoft mais amigável e com interface mais intuitiva até o momento, que por sua vez, foi uma evolução que começou a partir do Windows (Pesadão) Vista. Mas o que a Microsoft mais ressaltou até o momento foi a “Tela de Início” (ou “Start Screen” em inglês) essa sim, inspirada em uma parede de azulejos, onde cada azulejo representa um aplicativo que pode ser iniciado. Ela exibe o que devemos esperar do Windows 8 nos dispositivos móveis e como será a interface facilitadora e amigável para usuários mais leigos ou que tem máquinas para uso pessoal muito básico. Grande parte do conceito dessa “Tela de Início” deriva tabém do Windows Media Center, que surgiu inicialmente no Windows XP (Media Center Edition) e foi aprimorado nos sucessores, Vista e 7, além de poder ser acessado e controlado no Xbox 360 e Windows Phone 7. Essa tendência de interface bela, intuitiva e amigável não é novidade para quem utiliza há um certo tempo sistemas baseados em Linux ou os sistemas da Apple. Mas antes tarde do que nunca, parece que a Microsoft finalmente encontrou seu rumo e acertou a mão nesse sentido, tem tudo para evoluir e agradar cada vez mais.

 

Algumas características da nova interface:

  • Carregamento rápido dos aplicativos a partir da “Start Screen”, esta por sua vez, substitui o menu Iniciar do Windows com uma exibição personalizada em tela cheia e com aplicativos que também podem ser selecionados;
  • Os “azulejos” (que nada mais são do que ícones grandes para facilitar o uso do touch) dos aplicativos na “Start Screen” são atualizados com informações e notificações em tempo real;
  • Troca suave e fácil entre os aplicativos que estão em execução simultânea;
  • Função de redimensionamento simples nos aplicativos em execução, o que permite facilmente que o usuário adeque-os de forma a facilitar o uso de mais de um aplicativo ao mesmo tempo na tela, o que faz o Windows 8 ter uma opção real de multitarefa, muito diferente daquela “meia boca” que vemos no iOS atualmente;
  • Aplicativos desenvolvidos para Web e conectados a rede, feitos em HTML5 e JavaScript, mas que segundo a Microsoft possuem acesso a todas as funções e capacidades do PC, ou seja não são limitados pelo fato de serem aplicativos Web (Esse aspecto é similar ao WebOS da HP);
  • Navegação totalmente otimizada para o toque, com todas as funções do Internet Explorer 10 aceleradas por hardware.

 

Para os usuários mais conservadores a Microsoft alega que a utilização do sistema também ocorre de forma natural com mouse e teclado e que a transição durante a utilização entre os novos Apps e os programas “comuns” ocorre de forma simples e suave. Além disso estarão disponíveis o Windows Explorer e a Área de Trabalho e todos os softwares e periféricos do Windows 7 serão compatíveis com o Windows 8.

 

Carioca, aficionado por tecnologia, games, músicas, filmes, gadgets e seus mods. Apaixonado por cultura pop e pelas coisas que alcançam o mainstream, mas com qualidade. Atualmente cursando Sistemas de Informação pela faculdade UNIRIO. Atualmente é um dos Editores e Redatores do site http://deutilt.com.br/ sobre tecnologia e games. Já possuiu um Atari, Phantom System, Master System II, Mega Drive III, Nintendo 64, Playstation I, Nintendo Wii e atualmente é dono de um iPod Touch, Xbox 360 e Playstation 3.